Anatomia – Músculos do Quadril

Existem três camadas de músculos glúteos nos quadris posteriores, assim como existem três camadas de músculos no tronco abdominal. 

O maior Músculo Glúteo é o músculo mais superficial, o glúteo máximo. Sua origem está no ílio do osso coxal e se insere parcialmente na diáfise do fêmur. Esse músculo ajuda a manter a postura ereta, abduz a coxa e gira a coxa para fora.

Logo abaixo do Glúteo Máximo está o glúteo médio. O músculo glúteo médio ajuda a abduzir a coxa junto com o glúteo máximo, mas pode girar a coxa para dentro, onde o glúteo máximo gira a coxa para fora. Abaixo do glúteo médio existem vários músculos, um dos quais é o glúteo mínimo, o menor dos músculos glúteos. É um sinergista para o glúteo médio.

Músculos do Glúteo

  • Glúteo Máximo
  • Glúteo Médio
  • Glúteo Mínimo

GLÚTEO MÁXIMO – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Linha glútea posterior do ilíaco, sacro, cóccix e ligamento sacrotuberoso
  • Inserção Lateral: Trato íleotibial da fáscia lata e tuberosidade glútea do fêmur
  • Inervação: Nervo Glúteo Inferior (L5 – S2)

Ação: Extensão e rotação lateral do quadril

GLÚTEO MÉDIO – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Superior: Face externa do íleo entre a crista ilíaca, linha glútea posterior e anterior
  • Inserção Inferior: Trocânter maior
  • Inervação: Nervo Glúteo Superior (L4 – S1)

Ação: Abdução e rotação medial da coxa

GLÚTEO MÍNIMO – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Superior: Asa ilíaca (entre linha glútea anterior e inferior)
  • Inserção Inferior: Trocânter maior
  • Inervação: Nervo Glúteo Superior (L4 – S1)

Ação: Abdução e rotação medial da coxa. As fibras anteriores realizam flexão do quadril

Como o antebraço, a parte superior da perna, ou coxa, tem uma disposição densa de muitos músculos. No lado anterior, os músculos mais proeminentes são o músculo sartório e os quatro músculos que compõem o grupo muscular do quadríceps (os “quadríceps”).

O quadríceps parece que deveria ser apenas um músculo, semelhante ao tríceps braquial, mas é um grupo de quatro músculos, três visíveis na superfície e o quarto obscurecido. Os três músculos superficiais do quadríceps são o reto femoral no centro, o vasto medial no lado medial e o vasto lateral no lado lateral. Abaixo do reto femoral e amplamente escondido por ele está o vasto intermediário. Todos os quatro músculos do quadríceps estendem a parte inferior da perna, e o reto femoral adicionalmente pode flexionar a coxa na altura do quadril.

O músculo sartório é um músculo distintamente longo e fino que cruza a coxa diagonalmente. Sartorius vem do latim para alfaiate, e isso às vezes é chamado de músculo do alfaiate, embora as razões para o apelido sejam obscuras. Pode ser porque o formato do músculo é fino e longo, como a fita métrica de um alfaiate; pode ser porque está perto da costura que um alfaiate mede ao costurar as calças, ou pode ser porque ajuda a criar a posição de pernas cruzadas que os alfaiates costumam adotar quando trabalham.

Na parte posterior da coxa, a maior parte da musculatura é composta por três músculos longos que são chamados coletivamente de isquiotibiais. A origem deste apelido é obscura, mas pode ter a ver com a prática dos açougueiros de pendurar as coxas de animais abatidos como o porco (os “presuntos”) pelos tendões desses três músculos. Mova da borda medial para a borda lateral da coxa posterior, os músculos isquiotibiais são o músculo semimembranoso, o músculo semitendíneo e o músculo bíceps femoral. Observe que a parte superior da perna tem um músculo “bíceps”, assim como o braço. É por isso que você deve indicar qual bíceps está medindo ao discutir um ou outro desses músculos. Na borda medial da parte posterior da coxa está o músculo grácil. Também é visível na borda medial da coxa, na parte anterior.

PIRIFORME – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Superfície pélvica do sacro e margem da incisura isquiática maior
  • Inserção Lateral: Trocânter maior
  • Inervação: Nervo para o músculo piriforme (S2)

Ação: Abdução e rotação lateral da coxa

GÊMEO SUPERIOR – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Espinha isquiática
  • Inserção Lateral: Trocânter maior
  • Inervação: Nervo para o músculo gêmeo superior (L5 – S2)

Ação: Rotação lateral da coxa

OBTURATÓRIO INTERNO – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Face interna da membrana obturatória e ísquio
  • Inserção Lateral: Trocânter maior e fossa trocantérica do fêmur
  • Inervação: Nervo para o músculo obturatório interno (L5 – S2)

Ação: Rotação lateral da coxa

GÊMEO INFERIOR – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Tuberosidade isquiática
  • Inserção Lateral: Trocânter maior
  • Inervação: Nervo para o músculo gêmeo inferior e quadrado femural (L4 – S1)

Ação: Rotação lateral da coxa

OBTURATÓRIO EXTERNO – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Ramos do púbis e ísquio e face externa da membrana obturatória
  • Inserção Lateral: Fossa trocantérica do fêmur
  • Inervação: Nervo para o músculo obturatório externo (L3 – L4)

Ação: Rotação lateral da coxa

QUADRADO FEMORAL – Quadril (Região Glútea)

  • Inserção Medial: Tuberosidade isquiática
  • Inserção Lateral: Crista intertrocantérica
  • Inervação: Nervo para o músculo quadrado femural e gêmeo inferior (L4 – S1)

Ação: Rotação lateral e adução da coxa

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *