Sou Enfermagem

Questões Comentadas de Enfermagem #0002

Autor: Sou Enfermagem Em: 26/06/2019

Questões Comentadas de Enfermagem #0002

Anamnese significa:

A. História das doenças de toda a família do paciente

B. História do prognóstico da doença atual

C. História atual do paciente

D. Conjunto de informações sobre os antecedentes, a história e os detalhes da doença.

E. Aspectos do tratamento atual

01. Resposta D
O vocábulo anamnese tem origem grega, significando a ação de recordar. Na antiga cultura helênica a prerrogativa da memória detinha grande primazia, podendo-se mencionar o exemplo dos aedos, os quais tinham por função primeva a rememoração - desde que inspirados pelas Musas - dos grandes feitos de deuses e heróis; ademais, no pensamento de um dos maiores filósofos da tradição ocidental, Platão, a anamnese (recordação) tem papel fundador em relação à possibilidade de conhecer - a reminiscência constitui um dos pilares da teoria platônica do conhecimento. Do ponto de vista técnico, a anamnese é o conjunto de informações colhidas junto ao próprio doente ou através de outras pessoas sobre seus antecedentes fisiológicos e patológicos, sua história e os detalhes de uma doença. Estas informações colaboram no diagnóstico da doença e em seu tratamento. A anamnese é a mais primordial "ferramenta" utilizada pelo médico para o estabelecimento do diagnóstico - permitindo uma subseqüente delineação terapêutica –, tanto pela possibilidade de formulação das primeiras hipóteses, quanto pelo contato inicial estabelecido com o doente. A anamnese fiel e clara é premente na atividade médica, pois em inúmeras oportunidades é o único elemento com o qual se conta para o diagnóstico. De fato, uma história bem-feita é, no
mínimo, metade do caminho percorrido para a suspeição diagnóstica.

A realização de anamnese ordenada, concisa e com a máxima fidelidade possível exige paciência, tranqüilidade, boa disposição - daí a importância de se evitar interrupções e desvios durante a entrevista -, além de intenso treinamento à beira do leito e profundo conhecimento de Medicina Interna e de Patologia. Mas não apenas isto: a obtenção da história implica, da parte do médico examinador, uma atitude que revela seu senso clínico e que se traduz na capacidade de ouvir e de interrogar, pois na interlocução com o paciente é preciso reconhecer o momento oportuno de interpor perguntas objetivas que possam complementar a história clínica. Além dessas qualidades o médico deve saber olhar a fim de perscrutar nos movimentos do paciente, no seu gestual, os aspectos mais recônditos de sua interioridade.

Cursos Online: Quer melhorar o seu currículo e se destacar no mercado de trabalho? Então clique aqui e faça um curso online conosco