Siglas Utilizadas nas Anotações de Enfermagem

As siglas são utilizadas para facilitar a leitura, mas é importante salientar que o uso das siglas devem ser restrita pois assim como pode melhorar na leitura, também pode dificultar, principalmente se o profissional que for ler o prontuário do paciente não tem experiência.

É sempre bom saber a rotina do hospital onde você trabalha e os protocolos utilizados em cada setor. Algumas siglas podem ser bastante comuns e outras podem ser proibidas devido à sua ambiguidade, portanto, sempre esteja perguntando na sua unidade de trabalho se existe protocolo.

Quando não há protocolo sobre determinada atividade que a enfermagem exerce em um setor, os profissionais novatos devem seguir a rotina dos profissionais que já estão trabalhando e podem orientar. Na dúvida, pergunte sempre a um colega de trabalho e se a dúvida persistir, procure o enfermeiro supervisor ou o coordenador.

SEGUE AS SIGLAS MAIS UTILIZADAS EM ANOTAÇÕES DE ENFERMAGEM

AIT – Ataque Isquêmico Transitório

AVCH – Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico

AVCI – Acidente Vascular Cerebral Isquêmico

BAVT – Bloqueio Átrio Ventricular Total

BCP – BronCoPneumonia

BIA – Balão Intra Aórtico

CAPD – Diálise Peritoneal Ambulatorial Contínua

CC – Centro Cirúrgico

CCA – Centro Cirúrgico Ambulatorial

CCIH – Comissão de Controle de Infecção Hospitalar

CEC – Circulação Extra Corpórea

CIVD – Coagulação Intravascular Disseminada

CPAP – Pressão Positiva Contínua nas vias aéreas

DA – Descendente Anterior

DB – Descompressão Brusca

DC – Débito Cardíaco

DM – Diabetes Mélitus

DPI – Diálise Peritoneal Intermitente

DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

EAP – Edema Agudo de Pulmão

ECG – EletroCardioGrama

EEG – EletroEncéfaloGrama

EH – Encefalopatia Hepática

FA – Fibrilação Atrial

FAF – Ferimento por Arma de Fogo

FC – Frequência Cardíaca

Fio2 – Fração Inspirada de O2

FR – Frequência Respiratória

FV – Fibrilação Ventricular

HÁ – Hipertensão Arterial

HD – Hipótese Diagnóstica

HDA – Hemorragia Digestiva Alta

HDB – Hemorragia Digestiva Baixa

HMA – História da Moléstia Atual

HSA – Hemorragia Sub Aracnóidea

IAM – Infarto Aguado do Miocárdio

IC – Índice Cardíaco

ICC – Insuf. Cardíaca Congestiva

ICO – Insuf. Coronariana

IM – IntraMuscular

IOMS – Insuf. Orgânica de Múltiplos Sistemas

IOT – Intubação OroTraqueal

IRA – Insuf. Renal Aguda

IRC – Insuf. Renal Crônica

IrpA – Insuf. Respiratória Aguda

IS – Índice Sistólico

IV – IntraVenoso

LPA – Lesão Pulmonar Aguda

MP – MarcaPasso

MRCP – Manobra de Ressuscitação Cárdio Pulmonar

MV – Murmúrio Vesicular

O2d – Oxigênio disponível

OAA – Obstrução Arterial Aguda

OAP – Obstrução Arterial Periférica

PAM – Pressão Arterial Média

PAP – Pressão da Artéria Pulmonar

PCP – Percussão Claro Pulmonar

PCR – Parada Cárdio Respiratória

PEEP – Pressão Final Expiratória Positiva

PFC – Plasma Fresco Congelado

PIC – Pressão Intra Craniana

PIM – Pós Infarto do Miocárdio

POAP – Pressão de Oclusão da Artéria Pulmonar

POI – Pós Operatório Imediato

POT – Pós Operatório Tardio

PSV – Ventilação com Pressão de Suporte

PVC – Pressão Venosa Central

QD – Queixa e Duração

RHA – Ruído Hidro Aéreo

RM – Revascularização do Miocárdio

RVP – Resistência Vascular Pulmonar

RVS – Resistência Vascular Sistêmica

SaO2 – Saturação de Hb   arterial

SARA – Síndrome de Angústia Respiratória Aguda

SC – SubCutâneo

SIMV – Ventilação Mandatória Intermitente Sincronizada

SNE – Sonda NasoEnteral

SNG – Sonda NasoGástrica

SvO2 – Saturação da Hb da mistura a.pulmonar

TC  – Tomografia de Crânio

TCE – Traumatismo Crânio Encefálico

TP – Tempo de Protrombina

TSV  – Taquicardia Supra Ventricular

TTPA – Tempo de Tromboplastina Parcial Ativado

TV – Taquicardia Ventricular

TVP – Trombose Venosa Profunda

VCV – Ventilação Contolada a Volume

VM – Ventilação Mecânica

VO2 – Consumo de O2

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.