Síndrome de abstinência

É um conjunto de sintomas, de agrupamento e gravidade variáveis que ocorrem pela abstinência absoluta ou relativa a substâncias dependentes como por exemplo o álcool, drogas.

O início e o curso do estado de abstinência são limitados no tempo e relacionados à dose da substância consumida imediatamente antes da parada e da redução do consumo. A síndrome de abstinência pode ser complicada com o aparecimento de convulsões. 

Os sintomas mais freqüentes são: hiperatividade autonômica; tremores; insônia; alucinações ou ilusões visuais, táteis ou auditivas transitórias; agitação psicomotora; ansiedade; e convulsões tipo grande mal.

O diagnóstico pode ainda ser mais especificado, utilizando-se os seguintes nomes e CID:
F 10.30: Síndrome de abstinência não complicada;
F 10.31: Síndrome de abstinência com convulsões.

A Síndrome de abstinência evolui com maior ou menor gravidade e pode ser complicada por delirium tremens, descrito a seguir de acordo com os critérios da CID – 10. Alguns fatores estão associados a uma evolução mais grave, e funcionam como preditores de gravidade da SAA, tais como: história anterior de síndrome de abstinência grave (repetidas desintoxicações); alcoolemia alta sem sinais clínicos de intoxicação; sintomas de abstinência com alcoolemia alta; uso de tranqüilizantes e hipnóticos;e associação de problemas clínicos e psiquiátricos

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.