Brasil já pode iniciar vacinação em crianças contra Covid-19

Estamos diante de um cenário que temos estudos científicos suficientes que demonstram a segurança na vacinação da população pediátrica.

O Brasil já pode incluir a população pediátrica, 5 a 11 anos de idade, no Programa Nacional de Imunização (PNI) para a vacinação contra a Covid-19.  

Nesta semana, a Agência de Vigilância Sanitária – Anvisa, e as agências de vigilância sanitária internacionais como a (FDA, EMA, JICA) também tem aprovado o imunizante Pfizer para serem administrados em crianças. Países como Estados Unidos, Canadá, Chile, França, Israel, Japão, Espanha, China, Alemanha, Itália, Reino Unido, Cingapura e Hong Kong já vacinam as crianças, sem apresentar eventos adversos de relevância estatística.

Crianças a partir de 5 anos podem receber a vacina Pfizer-BioNTech COVID-19. Crianças de 5 a 11 anos de idade receberão uma formulação de vacina separada indicada com uma tampa laranja da Vacina Pfizer-BioNTech COVID-19 e receberão a vacina com uma agulha de calibre menor.  

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde cerca de 1.148 crianças de 0 a 9 anos de idade morreram de Covid-19 no Brasil. O relatório divulgado também afirma que entre 10 e 14 anos foram 273 óbitos por causa da Covid-19.  

Boatos espalhados na internet sobre efeitos adversos graves em escala entre crianças já foram confirmados por diversas entidades que são FAKE NEWS. 

As vacinas são eficiêntes, salvam vidas, previne doenças e não podemos pensar na hipótese de deixar as crianças fora da vacinação contra a Covid-19.

As vacinas são seguras e eficazes na proteção de indivíduos e populações contra doenças infecciosas. As novas vacinas são avaliadas por um processo de longa data, rigoroso e transparente por meio da Anvisa, por meio dos quais os dados de segurança e eficácia são revisados antes da autorização e recomendação.

O papel dos pediatras na promoção da vacinação entre sua população de pacientes e em sua comunidade é crítico, especialmente entre aqueles com maior risco de doença grave, hospitalização e morte por COVID-19, bem como seus contatos domiciliares. Os pais, cuidadores e pacientes podem ter perguntas que precisam ser respondidas relacionadas à vacina. Os pediatras desempenham um papel essencial em ajudar a responder a essas perguntas, bem como na redução das disparidades existentes e no tratamento de quaisquer barreiras ao acesso à vacina COVID-19 em sua comunidade.

Quando começa a vacinação da Covid-19 em crianças?

A aprovação da Anvisa permite que a vacina já seja usada no país para a faixa etária de 5 a 11 anos. A chegada do imunizante aos postos depende do calendário e da logística do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS), que coordena a distribuição das vacinas por meio de programas públicos no Brasil. 

Fonte: Anvisa

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *