Como tratar a gripe H3N2?

Batizada pela FioCruz de Darwin, a variante do vírus da Influenza A (H3N2) surgiu na Austrália e é responável por infectar vários estados brasileiros.

Estados como Pernambuco e Rio de Janeiro já registraram óbitos.

Como fazer o tratamento para gripe H3N2?

Os sintomas da gripe causada pela variante H3N2 Darwin, são semelhantes aos da gripe comum. Isso inclui febre, dor de cabeça e, em alguns casos, diarreia e vômitos.

Segundo os especialistas em notícias divulgada pela mídia, o tratamento deve ser feito com medicamentos que combatam justamente os sintomas da doença como se trata uma gripe comum e nos casos de o paciente não estiver se sentindo bem, ele deve procurar uma ajuda médica. Alguns pacientes que procuram assitência hospitalar podem precisar ser hospitalizados devido a manifestação clínica mais grave.

Como prevenir o H3N2?

Uma forma de prevenir o H3N2 é muito semelhante às recomendações relacionadas à nova pandemia de coronavírus. Nesse caso, a população deve continuar usando máscaras e evitando ambientes fechados e lotados, principalmente em grandes aglomerações como festas, bares e ambientes de reuniões. Os pacientes que apresentam sintomas de gripe podem necessitar ficar em isolamento domiciilar de pelo menos seis dias para evitar a transmissão do vírus. Após esses seis dias, o paciente é reavaliado e caso necessário o médico indicará mais dias de isolamento.

A vacina da gripe protege contra o H3N2?

As vacinas disponibilizadas em campanhas de imunização pelo Governo Federal aos Municíos, são atualizadas anualmente para proteger contra novas variantes que surgem. O problema é que, quando foi identificada a nova variante do H3N2, as vacinas utilizadas neste ano de 2021 já haviam sido desenvolvidas. Portanto, eles não protegem exatamente contra o H3N2 Darwin.

Está preconizado que na campanha de vacinação de 2022, as vacinas devem conter componentes específicos para proteção contra o H3N2 Darwin, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Atualmente cerca de 18 estados brasileiros e o Distrito Federal já registraram casos de da Influenza H3N2. A recomendação para os casos com sinais e sintomas de Covid-19 é a mesma, uso de máscara, distanciamento, medicamentos para tratar os sinais e sintomas e nos casos necessário procurar assistência médica.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.